No Natal aparecem sempre muitas promoções, de tantas coisas como as que conseguirmos imaginar que se possam vender. Promoções, ofertas, vales, a que agora é chique chamar “voucher”, bilhetes pré-comprados, compras a levantar, descontos, tudo vale para que o frenesim das compras de Natal não pare, alimente o comércio e as pessoas possam usufruir de preços mais baratos para o seu Natal.

São apanhados nesta rede todos os que vendem alguma coisa e todos os que compram alguma coisa, diria eu. 

Também eu vendo um produto. Mas não é um produto que se ofereça a alguém, à partida. Acho que não cabe na cabeça de ninguém oferecer, a quem gosta, umas quantas sessões de acupunctura pelo Natal. É o mesmo que oferecer sabonetes a quem não cheira bem. Tem uma mensagem implícita que não se adequa com a época natalícia. Neste caso um “estás doente”, o que não é agradável. 

E, por isso, a cada Natal que passa, não tenho nada em oferta extraordinária dos meus serviços. Não ofereço descontos, promoções, bilhetes pré-comprados ou vales/vouchers. Pensei sempre que não se adequaria. 

Mas este ano é diferente. Este ano é atípico. Este ano está a ser uma desgraça generalizada no que diz respeito a stress, ansiedade, medo, angústia e companhia. As pessoas precisam de controlar tudo isso, de relaxar um pouco (sem que isso signifique relaxar cuidados profilácticos), de se sentirem mais soltas, de sentirem contacto físico.

Pensei. Afinal tenho muita coisa no meu trabalho que posso oferecer neste Natal. Massagem Tui Ná para descontrair, acupunctura para relaxar e controlar ansiedade, fitoterapia para ajudar nos casos de medo ou pânico, electroacupunctura para tratamentos de beleza, tratamentos para deixar de fumar…

Talvez o mais importante, aqui e este ano, seja a massagem. Descontrai, relaxa, controla a ansiedade, equilibra energias, é agradável, tem contacto físico. E pode ser facilmente oferecida a alguém de quem gostemos, sem que haja a síndrome da “oferta do sabonete”… 

Está decidido! Vou promover massagens a quem as quiser oferecer neste Natal. Em vez dos 30€ de tabela só cobro 25€ e emito um vale/voucher válido por 1 mês

Assim, até dia 1 de Fevereiro, basta fazer a marcação e pagar. Depois, a pessoa contemplada pela oferta terá 1 mês, a partir do pagamento, para fazer a sessão

Aproveitem e ofereçam a quem gostam!