Tem havido ultimamente alguns ataques às Terapias Não Convencionais, com especial incidência sobre a Medicina Tradicional Chinesa, aproveitando o clima internacional de desconforto e crítica ao regime político da China, às suas acções acerca da Pandemia, às suas intenções nacionais e internacionais e ao consequente inundar da sociedade de opiniões mais ou menos xenófobas, arrastando para a crítica cega tudo o que seja chinês ou ligado de alguma forma a esse país ou cultura.

Os ataques não são novos e são, na sua maior parte, lançados por interesses corporativos provocando dúvidas e desconfiança na população sobre a eficácia clínica, veracidade da informação e credibilidade científica da Medicina Tradicional Chinesa. 

Read more